CÓDIGO: MEN
EXAME: METANEFRINA URINÁRIA
SINÔNIMOS: CBHPM – 40311163, FEOCROMOCITOMA, GANGLIONEUROBLASTOMA, NEUROBLASTOMA, METANEFRINA E NORMETANEFRINA NA URINA

MATERIAL: URINA 24 HORAS COM CONSERVANTE HCL 25%
MEIO(S) DE COLETA: Frasco estéril com conservante

PRAZO: 8 dias úteis
MÉTODO: CROMATOGRAFIA LÍQUIDA – HPLC

Instruções de preparo
Preparo METAU:
Dieta: Dois dias antes da coleta de urina o paciente deverá evitar a ingestão de chocolate, baunilha, bananas, frutas cítricas e café.
Medicação: À critério médico, suspender o uso dos seguintes medicamentos: acetominofen, guafenesin, imipramina, inibidores da MAO, lítio, metildopa, morfina, naproxeno (naprosyn), reserpina.
Dados: Informar o volume da diurese

Instruções de coleta
Coleta exame METAU:
Urina de 24 horas:  Importante: coletar a urina em um frasco intermediário e transferir para frasco com conservante, limpo, contendo 10 mL de HCl 25% para cada 2 litros de urina (adultos e crianças).
Coletar urina de 24 horas em frasco estéril. Desprezar a primeira miccção da manhã, anotar o horário de início,  a partir da próxima miccção, armazenar em frasco apropriado toda a urina até o mesmo horário em que foi desprezada a primeira urina, no dia seguinte,  este será o horário do término da coleta. A amostra deverá ser armazenada tampada, refrigerada e protegida da luz durante todo o intervalo da coleta. Enviar uma alíquota conforme condições solicitados e  volume solicitados no exame e informar o volume da diurese no campo de cadastro,  sempre que solicitado.        
Encaminhar ao laboratório urina 24 horas fracionada.

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C).
  

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 5 dias refrigerada entre 2°C e 8°C.
 

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia.

Interpretação
A Metanefrina e a Normetanefrina são metabólitos da Epinefrina e Normetanefrina respectivamente. Têm importância clínica no diagnóstico do feocromocitoma, paragangliomas e neuroblastomas. Suas concentrações sofrem interferências de alguns alimentos e drogas, devendo a coleta ser realizada com o mínimo de estresse emocional e físico.
O padrão de catecolaminas difere segundo a forma de tumor: feocromocitomas geralmente produzem norepinefrina e epinefrina; paragangliomas secretam norepinefrina e neuroblastomas também produzem dopamina. As metanefrinas urinárias são consideradas o melhor teste de triagem para feocromocitoma. As catecolaminas são excretadas na urina na forma intacta ou como metabólitos (metanefrinas e ácido vanilmandélico).
Valores aumentados: feocromocitoma, ganglioneuromas, neuroblastomas, stress severo, hipoglicemia, certos medicamentos (metildopa, isoproterenol, nitratos, minoxidil, hidralazina), tabagismo, consumo de café.
Valores diminuídos: hipotensão postural, síndrome Shy-Drager e disautonomia familiar. 

Esse guia de exames foi útil?