CÓDIGO: HECU2
EXAME: HEMOCULTURA – 2ª AMOSTRA

MATERIAL: DIVERSOS 2ª AMOSTRA
MEIO(S) DE COLETA: Frasco de hemocultura específico

PRAZO: 5 dias úteis
MÉTODO: CULTURA EM MEIOS ESPECÍFICOS

Instruções de preparo
Medicação: De acordo com orientação médica.
 Outros: – Qualquer antibiótico administrado previamente à coleta poderá fornecer resultados falso-negativos;
– Amostras coletadas em frascos que tenham sido refrigeradas, podem gerar resultados falso-negativos;
– Uma antissepsia mal realizada ou uso de antissépticos inadequados poderá comprometer o exame causando uma contaminação da amostra por bactérias da flora normal, gerando resultados falso-positivos.
Não colar a etiqueta de identificação sobre o código de barras do frasco.

Instruções de coleta
Hemocultura manual coleta:
A coleta pode ser efetuada durante a ascensão da temperatura em pacientes estáveis e, de preferência, antes da antibioticoterapia. Caso a paciente esteja em uso de antimicrobiano, coletar no momento anterior à administração do medicamento. Eventualmente, hemoculturas podem ser realizadas em pacientes afebris.
– Fazer rigorosa assepsia da pele do paciente, utilizando um algodão umedecido com álcool iodado e/ou álcool 70%. Deixar o álcool agir por pelo menos 1 minuto; enquanto isso, friccionar o algodão umedecido com álcool na tampa de borracha do frasco de hemocultura;
– Adultos: Colher 10 mL em frasco específico para adultos;
– Crianças (1 ano até 6 anos): Colher de 1 a 5 mL em frasco pediátrico;
– RN: Colher de 0,5 a 1 mL em frasco pediátrico.
– Transferi-lo imediatamente para o frasco de hemocultura específico. Caso o médico solicite mais de uma amostra, este procedimento deve ser repetido de duas a três vezes, com intervalos de 30 minutos e até 1 hora entre cada coleta. Sempre que possível deve-se coletar as amostras de locais diferentes (ex: 1º coleta: braço direito; 2º coleta: braço esquerdo; 3º coleta: braço direito em outra veia).
Nota: O volume de sangue coletado é uma das variáveis mais críticas para a positividade do exame tanto para adultos quanto para crianças, obedecendo a quantidade de sangue exigida para cada paciente.

Instruções de distribuição
Transportar em temperatura ambiente.
 

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 48 horas em temperatura ambiente.
 

Instruções de rejeição
Amostras sem identificação, amostras de sangue coletadas apenas em anticoagulante, amostra enviada em frasco não apropriado para hemocultura  e amostras que não venham nas condições estabelecidas em guia serão rejeitadas.

Interpretação
A presença de micro-organismos viáveis no sangue do paciente sugere infecção da corrente sanguínea, o que torna a hemocultura um exame crítico e de grande importância no tratamento destes pacientes. O isolamento de qualquer bactéria é significativo, uma vez que o sangue é um líquido estéril. Entretanto uma recuperação de patógenos pouco frequentes (ex: estafilococos não produtor de coagulase, bacillus sp. e corinebactérias) requer uma melhor correlação clínico-laboratorial para que seja afastada a possibilidade de contaminação da amostra em uma etapa qualquer do processamento (ex: coleta). Quanto maior o número de frascos com cultura positiva, maior a probabilidade de infecção.
Os patógenos mais frequentemente isolados são:
Escherichia coli;
Klebsiella pneumoniae;
Staphylococcus aureus;
Estafilococo não produtor de coagulase.    

Esse guia de exames foi útil?