CÓDIGO: FAP
EXAME: FOSFATASE ÁCIDA PROSTÁTICA
SINÔNIMOS: CBHPM – 40301869

MATERIAL: SORO ACIDIFICADO
MEIO(S) DE COLETA: Tubo seco (vermelho) ou Gel separador (amarelo)

PRAZO: 2 dias úteis
MÉTODO: ENZIMÁTICO

Instruções de preparo
Jejum: Jejum aconselhável de 4 horas.
 Medicação: Cefoxitina e doxiciclina podem provocar resultados falsamente elevados.
 

Instruções de coleta
A amostra deve ser acidificada com 1 gota (30µL) de ácido acético a 0,8 mol/L a cada 1 mL de soro.
– Tubo seco: Realizar coleta utilizando tubo seco. Após retração completa do coágulo, centrifugar a amostra, separar o soro e acondicionar corretamente conforme estabelecido para o exame.
– Tubo com gel separador:  Homogeneizar imediatamente após a coleta e manter o tubo em repouso verticalmente para a completa retração do coágulo em temperatura ambiente, para evitar hemólise. Após este período, centrifugar a amostra para obtenção do soro (sobrenadante) e acondicionar corretamente conforme estabelecido para o exame.

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C).
  

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 8 dias refrigerada entre 2°C e 8°C.
 

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia e amostras com hemólise grau I.

Interpretação
A fosfatase ácida é composta por um grupo de 5 isoenzimas localizadas principalmente na próstata e suas secreções. Pequenas quantidades podem ser encontradas na medula óssea, baço, fígado, rins, hemácias e plaquetas.  A Fosfatase Ácida Prostática (FAP) é encontrada em grandes quantidades na próstata e no fluido seminal. Pode agir como uma hidrolase para separar a colina fosforila no sêmen e funcionar como uma transferase. Elevações   da FAP podem decorrer da manipulação prostática, prostatite e outras neoplasias.