CÓDIGO: ECA
EXAME: ENZIMA CONVERSORA DE ANGIOTENSINA
SINÔNIMOS: CBHPM – 40305287, ECA

MATERIAL: SORO CONGELADO
MEIO(S) DE COLETA: Tubo seco (vermelho)

PRAZO: 10 dias úteis
MÉTODO: ENZIMÁTICO

Instruções de preparo
Jejum: Jejum aconselhável de 4 horas.
 

Instruções de coleta
Tubo seco:
Realizar coleta utilizando tubo seco. Após retração completa do coágulo, centrifugar a amostra, separar o soro e acondicionar corretamente conforme estabelecido para o exame.

Instruções de distribuição
Transportar congelado.
 

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 10 dias congelada.
 

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia.

Interpretação
A enzima conversora de angiotensina I (ECA) tem importância na homeostasia circulatória, cliva a angiotensina I produzindo o potente vaso constritor angiotensina II e inativa o vasodilatador bradicinina. A angiotensina II é um potente vasoconstritor e estimula a produção de aldosterona, que promove a retenção de sódio e consequentemente de água. A ECA está amplamente distribuída pelos tecidos sendo também encontrada em fluidos biológicos. A dosagem da ECA elevada no soro humano auxilia no diagnóstico e monitoramento de importantes doenças granulomatosas como sarcoidose, silicose e asbestose, histoplasmose aguda, hipertireoidismo, cirrose alcoólica, hiperparatireoidismo, cirrose biliar primária, além de ser de interesse no monitoramento da pressão arterial de pacientes hipertensos, tratados com inibidores da enzima. Seus valores diminuídos podem ser sugestivos de hipotireoidismo e diabetes mellitus.