CÓDIGO: CULSM
EXAME: CULTURA E ANTIBIOGRAMA – LÍQUIDO SINOVIAL
SINÔNIMOS: CBHPM – 40310124

MATERIAL: LÍQUIDO SINOVIAL
MEIO(S) DE COLETA: Frasco estéril, Frasco de hemocultura

PRAZO: 7 dias úteis
MÉTODO: CULTURA EM MEIOS ESPECÍFICOS

Instruções de preparo
Medicação: De acordo com orientação médica.
 

Instruções de coleta
Amostra de liquido sinovial coletada por procedimento médico, através da punção  da articulação e pode ser enviado em frasco/tubo estéril em frasco para hemocultura ou em placa semeada.
 

Instruções de distribuição
Placa semeada: Transportar em temperatura ambiente.
 Tubo estéril transportar em temperatura refrigerada. Frascos de hemocultura e placa semeada transportar em temperatura ambiente.
  Frasco de hemocultura: Transportar em temperatura ambiente.
 

Instruções de estabilidade
Tubo estéril: A amostra é estável por 24 horas refrigerada entre 2°C e 8°C.
 Frasco hemocultura: A amostra é estável por 24 horas em temperatura ambiente.
 Placa semeada: A amostra é estável por 48 horas em temperatura ambiente.
 

Instruções de rejeição
Amostra recebida em Swab e/ou Amies e Cary Blair;
 Amostra recebida em tubo estéril vazado;
 Amostras sem identificação;
 Amostras com sinais evidentes de contaminação;
 Amostras em frasco de hemocultura refrigeradas;
 Amostras recebidas em recipientes não estéril.

Interpretação
A infecção do líquido sinovial pode ocorrer como complicação secundária da inflamação causada por trauma ou por meio de disseminação de uma infecção sistêmica. Infecções bacterianas são mais frequentes, entretanto infecções fúngicas, tuberculosas e virais também podem ocorrer. O rápido diagnóstico das artrites sépticas torna-se um fator essencial, uma vez que a disseminação das articulações pode ocorrer rapidamente. Os micro-organismos presentes no fluído sinovial podem migrar para a corrente sanguínea, causando sepses graves. Os principais micro-organismos isolados em artrite séptica são: Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae, Streptococcus pyogenes, Neisseria gonorrhoeae.