CÓDIGO: CRIOF
EXAME: CRIOFIBRINOGÊNIO
SINÔNIMOS: PESQUISA DE CRIOFIBRINOGÊNIO

MATERIAL: PLASMA CITRATADO
MEIO(S) DE COLETA: Tubo com citrato de sódio (azul)

PRAZO: 5 dias úteis
MÉTODO: PRECIPITAÇÃO

Instruções de preparo
Jejum: Jejum aconselhável de 4 horas.
 Outros: Lactantes: coletar no intervalo entre as mamadas. Enviar amostra única para a realização deste exame.
 

Instruções de coleta
CRIOFI:
Pré-aquecer o tubo de citrato a 37°C  ± 3 por 15 minutos no banho-maria ou estufa;
Retirar o material de coleta do banho-maria ou estufa imediatamente antes da punção, colocando em caixa de isopor para transportar até o momento da coleta (manter o aquecimento);
Imediatamente após a coleta, transportar o tubo protegido em caixa de isopor e colocá-lo no banho-maria.
O sangue deve ser deixado a 37°C ± 3 (banho maria/estufa) por 30 minutos.
Centrifugar por 10 minutos a 2000 r.p.m
Imediatamente após a centrifugação, separar o plasma, acondicionar em  tubo seco ou tubo de transporte e mantê-lo em temperatura ambiente.  Encaminhar ao laboratório imediatamente.
Nota: Exame indisponível para compartilhamento de amostra.

Instruções de distribuição
Transportar em temperatura ambiente.
 

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 24 horas em temperatura ambiente.
 

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia e amostras com hemólise grau I.

Interpretação
Criofibrinogênio é uma proteína constituída de fibrinogênio e de outras substâncias que se precipitam em temperaturas baixas. A criofibrinogenemia pode produzir sintomas cutâneos em áreas de extremidades expostas ao frio, como orelhas e ou nariz. Tais sintomas incluem: púrpura, ulceração, necrose, gangrena, sangramentos, urticária fria e bolhas. Treze por cento (13%) dos pacientes com criofibrinogenemia podem apresentar trombose arterial ou venosa. Podendo ser uma condição subjacente a doenças malignas, infecções, inflamação, diabetes, gravidez, esclerodermia e anticoncepcionais orais.

Esse guia de exames foi útil?