CÓDIGO: CRIO
EXAME: CRIOGLOBULINAS – PESQUISA
SINÔNIMOS: CBHPM – 40308014

MATERIAL: SORO
MEIO(S) DE COLETA: Tubo seco (vermelho) ou Tubo de transporte

PRAZO: 5 dias úteis
MÉTODO: PRECIPITAÇÃO

Instruções de preparo
Jejum: Jejum aconselhável de 4 horas.
 Outros: Lactantes: coletar no intervalo entre as mamadas. Enviar amostra única para a realização deste exame.
 

Instruções de coleta
CRIO:
Soro:
Tubo seco: Coletar o sangue em seringas ou tubos pré-aquecidos a 37°C.
Retirar o material de coleta do banho-maria ou estufa imediatamente antes da punção, colocando em caixa de isopor para transportar até a coleta (manter o aquecimento);
 Imediatamente após a coleta, transportar o tubo protegido em caixa térmica e colocá-lo no banho-maria;
O material deve ser deixado a 37°C ± 3 (banho-maria/estufa) por 30 minutos para o processo de coagulação;
Centrifugar por 10 minutos a 2000 rpm;
Imediatamente após a centrifugação, separar o soro e mantê-lo em temperatura ambiente até a realização da análise. Encaminhar ao laboratório imediatamente.

Nota: Exame indisponível para compartilhamento de amostra.
Tubo gel interfere no resultado.

Instruções de distribuição
Transportar em temperatura ambiente.
 

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 24 horas em temperatura ambiente.
 

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia e amostras com hemólise grau I.

Interpretação
Crioglobulinas são imunoglobulinas que sofrem precipitação quando o soro ou suas soluções são submetidas a resfriamento e que se solubilizam quando reaquecidas. Podem ocorrer em neoplasias, doenças infecciosas (em especial na hepatite por vírus C) e doenças autoimunes. As crioglobulinas  devem ser avaliadas em todos os pacientes com suspeita de vasculite sistêmica, especialmente na presença de vasculite cutânea (púrpura palpável) e de glomerulonefrite.