CÓDIGO: COP
EXAME: COPROPORFIRINA – FEZES
SINÔNIMOS: CBHPM – 40311074

MATERIAL: FEZES PROTEGIDA DA LUZ
MEIO(S) DE COLETA: Frasco estéril protegido da luz

PRAZO: 6 dias úteis
MÉTODO: FLUORESCÊNCIA

Instruções de coleta
Necessário envio de fezes frescas recém eliminadas coletadas em frasco coletor limpo, seco e sem aditivos. Encaminhar amostra em frasco estéril e protegida da luz.
 

Instruções de distribuição
Transportar protegido da luz e refrigerado (2 a 8°C).  Se possível encaminhar amostra congelada de -8 a -20°C.
 

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 7 dias refrigerada de 2 a 8 °C ou por até 60 dias congelada de -8 a -20°C.  
 

Instruções de rejeição
Amostras não enviadas em frasco âmbar, contendo conservantes, com volume insuficiente e fora do prazo de estabilidade poderão ser rejeitadas. 

Interpretação
A pesquisa de coproporfirina relaciona-se com a patologia denominada porfiria, onde se verificam problemas com enzimas específicas na biossíntese do HEME. As porfirias são doenças relativamente raras ligadas a uma única sequência fisiológica, a produção do HEME, com manifestações muito variadas e de difícil diagnóstico. As porfirias constituem um grupo de doenças geralmente hereditárias, devido às alterações durante o processo de formação das porfirinas. As três porfirinas de importância clínica são: protoporfirina, uroporfirina e coproporfirina. A protoporfirina está amplamente distribuída pelo corpo e desempenha a função de precursor do grupo heme na composição da hemoglobina e mioglobina, bem como da catalase e dos citocromos. A uroporfirina e a coproporfirina, que são precursoras da protoporfirina, são normalmente excretadas em pequenas quantidades pelas fezes e urina. Os eritrócitos contêm pequena concentração de protoporfirina e coproporfirina. A coproporfirina pode estar aumentada em porfiria ALAD, porfiria variegata, Coproporfirina hereditária e na porfiria Aguda Intermitente. As coproporfirinas também podem aumentar na intoxicação por chumbo.