CÓDIGO: CALCT
EXAME: CALCITONINA

MATERIAL: SORO CONGELADO
MEIO(S) DE COLETA: Tubo seco (vermelho) ou Gel separador (amarelo)

PRAZO: 3 dias úteis
MÉTODO: QUIMIOLUMINESCÊNCIA

Instruções de preparo
Jejum: Não é necessário jejum ou cuidados especiais.
 Outros: Amostras matinais em jejum são usadas para estabelecer valores basais. Se as amostras tiverem sido colhidas como parte de um teste provocativo, o tempo de colheita deve ser anotado relativamente as infusões de cálcio ou pentagastrina.
 

Instruções de coleta
Realizar coleta utilizando material e meio de coleta adequados. Após retração completa do coágulo, centrifugar a amostra, realizar a alíquota e congelar imediatamente em tubo apropriado.
 

Instruções de distribuição
Transportar congelado (-20°C)
 

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 15 dias congelada a -20°C.
 

Instruções de rejeição
Amostras fortemente hemolisadas +++. Amostras não congeladas, amostras com tubo inadequado, tubo vazado, tubo não identificado ou fora do prazo de estabilidade.

Interpretação
O significado fisiológico da calcitonina é incerto, mas tem um efeito modesto no decréscimo do cálcio e fósforo. Sua secreção é normalmente modulada pelo aumento e queda dos níveis de cálcio, com um aumento do cálcio circulante surge um aumento dos níveis de calcitonina. São encontrados níveis elevados (maiores que 100 pg/mL) em uma variedade de condições patológicas, acentuadamente no carcinoma medular da tireóide, um tumor das células secretoras de calcitonina. O peptídeo está também frequentemente elevado em leucemias e doenças mieloproliferativas. Adicionalmente, pode ser produzido ectopicamente por tumores, por exemplo, de mama e pulmão. A sua dosagem, contudo, não parece ter significado no diagnóstico destas doenças. Valores elevados podem ser vistos associados ao hiperparatiroidismo, hipergastrinemia, falência renal e doença inflamatória crônica.