CÓDIGO: ATG
EXAME: ANTI-TIREOGLOBULINA
SINÔNIMOS: ANTI TG,  CBHPM – 40316106

MATERIAL: SORO
MEIO(S) DE COLETA: Tubo seco (vermelho) ou Gel separador (amarelo)

PRAZO: 2 dias úteis
MÉTODO: QUIMIOLUMINESCÊNCIA

Instruções de preparo
Jejum: Jejum aconselhável de 4 horas.
 

Instruções de coleta
Tubo seco:
Realizar coleta utilizando tubo seco. Após retração completa do coágulo, centrifugar a amostra, separar o soro e acondicionar corretamente conforme estabelecido para o exame.
Tubo com gel separador:
Homogeneizar imediatamente após a coleta e manter o tubo em repouso verticalmente para a completa retração do coágulo em temperatura ambiente, para evitar hemólise. Após este período, centrifugar a amostra para obtenção do soro (sobrenadante) e acondicionar corretamente conforme estabelecido para o exame.

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C)
 

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 3 dias refrigerada entre 2°C a 8°C.
 

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia.

Interpretação
Aproximadamente 10% dos indivíduos hígidos possuem anticorpos anti-tireoglobulina (TgAb) em níveis mensuráveis. Os TgAb podem ser detectados em 30% dos pacientes com doença de Graves e em 85% dos pacientes com tireoidite de Hashimoto. Todavia, nessas doenças encontram-se com mais frequência níveis elevados de autoanticorpos antitireoperoxidase (autoanticorpos anti-TPO) do que de TgAb. São necessários métodos sensíveis de teste de TgAb para identificar os soros de pacientes que contêm autoanticorpos antitireoglobulina que podem interferir com as medições de tireoglobulina sérica. Além do mais, os baixos níveis de anti-Tg também são encontrados em até 20% das pessoas assintomáticas, especialmente nos idosos e com mais frequência nas mulheres do que nos homens, embora a importância clínica desses auto-anticorpos não esteja clara.