CÓDIGO: ARSES
EXAME: ARSÊNIO SÉRICO

MATERIAL: SORO
MEIO(S) DE COLETA: Tubo trace

PRAZO: 8 dias úteis
MÉTODO: ESPECTROMETRIA DE MASSAS COM PLASMA INDUTIVAMENTE ACOPLADO – ICP/MS

Instruções de preparo
Jejum: Jejum aconselhável de 4 horas.
 Dieta: Não ingerir frutos do mar três dias antes da coleta.
 

Instruções de coleta
Coletar a amostra em tubo do tipo trace sem aditivo.
Nunca coletar em outro tipo de tubo ou em seringa. Após a coleta, aguardar retração do coágulo e em seguida, centrifugar. Transferir por inversão o soro obtido para outro tubo Trace. Manipular o mínimo possível a amostra.

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C).
  

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 5 dias refrigerada entre 2°C e 8°C.
 

Instruções de rejeição
Amostras sem identificação, insuficientes, recipiente aberto ou danificado serão rejeitadas. Amostras com grau de hemólise grau três e enviadas em tubo de transporte não serão dosadas.

Interpretação
O Arsênio é empregado na metalurgia de minérios arsenicais, na indústria farmacêutica e eletrônica, na produção de vidros, tintas, lacas (gás arsina), pesticidas: raticidas, parasiticidas, inseticidas e herbicidas, ligas com chumbo, pigmentos cromáticos, como agentes de descoloração do bronze, na estamparia de tecidos, preservação de peles e plumas, contimentos e/ou taxidermia. Processos industriais com desprendimento de arseniato de hidrogênio. Em animais e plantas, o arsênio combina-se com carbono e hidrogênio formando os compostos de arsênio orgânico. Os compostos de arsênio inorgânico são usados principalmente como preservativos para madeira enquanto os compostos de arsênio orgânico são usados como pesticidas.