CÓDIGO: ANC
EXAME: ANTICORPOS ANTI-CITOPLASMA DE NEUTRÓFILOS C E P
SINÔNIMOS: ANCA ATÍPICO, C-ANCA, CBHPM – 40306402 ANCA-C, CBHPM – 40306410 ANCA-P, P-ANCA

MATERIAL: SORO
MEIO(S) DE COLETA: Tubo seco (vermelho) ou Gel separador (amarelo)

PRAZO: 7 dias úteis
MÉTODO: IMUNOFLUORESCÊNCIA INDIRETA

Instruções de preparo
Jejum: Jejum aconselhável de 4 horas.
 

Instruções de coleta
Tubo seco:
Realizar coleta utilizando tubo seco. Após retração completa do coágulo, centrifugar a amostra, separar o soro e acondicionar corretamente conforme estabelecido para o exame.
Tubo com gel separador:
Homogeneizar imediatamente após a coleta e manter o tubo em repouso verticalmente para a completa retração do coágulo em temperatura ambiente, para evitar hemólise. Após este período, centrifugar a amostra para obtenção do soro (sobrenadante) e acondicionar corretamente conforme estabelecido para o exame.

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C).
  

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 14 dias refrigerada entre 2°C e 8°C, após este período manter congelada.
 

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia.

Interpretação
O teste de anticorpos citoplasmáticos anti-neutrófilos (ANCA) revolucionou o diagnóstico e o tratamento das várias vasculites autoimunes. Os auto-anticorpos perinucleares (pANCA) e citoplasmáticos (cANCA) são comprovadamente úteis na detecção de doenças como a granulomatose de Wegener, tríade que se caracteriza por inflamação granulomatosa do trato respiratório superior e inferior, vasculite e glomerulonefrite. Empregado também na pesquisa de poliarterite microscópica, síndrome de Churg-Strauss e glomerulonefrite necrotizante idiopática e na  glomerulonefrite.
Existem pelo menos seis antígenos ANCA identificados e muitos ainda não foram identificados.  A maioria desses antígenos parece enzimas residentes nos grânulos primários de neutrófilos. Essas enzimas incluem mieloperoxidase (MPO), serina protease 3 (PR3), elastase, lactoferrina, catepsina G e proteína catiônica 57 (CAP-57). Testes ELISA foram desenvolvido para a detecção de muitos dos anticorpos neutrófilos mais importantes, mas a maioria dos especialistas no campo da vasculite auto-imune ainda recomenda que o método de ensaio imunofluorescente (IFI) seja usado para triagem.