CÓDIGO: AMHI
EXAME: ÁCIDO METILHIPÚRICO INÍCIO DE JORNADA DE TRABALHO
SINÔNIMOS: CBHPM – 40313069, XILENO, ÁCIDO METIL HIPÚRICO

PRAZO: 6 dias úteis
MÉTODO: CROMATOGRAFIA LÍQUIDA – HPLC

Instruções de preparo
Medicação: A biotransformação do xileno a ácido metil-hipúrico é inibida na  presença de ácido acetil salicílico (Aspirina). 
 Bebida alcoólica: O álcool inibe a biotransformação dos Xilenos e diminui a excreção urinária do Ácido Metil Hipúrico
 

Instruções de coleta
Coleta AMH:
Coletar em frasco apropriado a urina do final do último dia da jornada de trabalho, ou após o período de exposição. Manter amostra refrigerada desde o momento da coleta.
Durante o cadastro do exame serão geradas duas etiquetas, uma para análise do AMH e outra para realização da creatinina urinária. As duas amostras deverão ser encaminhadas ao laboratório para o processamento do exame.

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C).
  

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 15 dias refrigerada entre 2°C e 8°C.
 

Instruções de rejeição
Amostras sem identificação,com volume insuficiente,em recipiente aberto ou com contaminação evidente.

Interpretação
Ácido Metilhipúrico é o indicador biológico da exposição ocupacional ao xileno. O ácido metilhipúrico representa mais de 95% da fração metabolizada dos xilenos (dimetilbenzenos). Eles  são líquidos incolores, de elevada lipossolubilidade e praticamente insolúveis em água.Os xilenos são utilizados como thinner para tintas e lacas, agentes de limpeza além de outros usos industriais.Os xilenos podem sofrer absorção através das vias cutânea e pulmonar. São biotransformados no fígado sendo excretados na urina.Ingestão de álcool inibe a biotransformação do xileno, diminuindo a excreção de seu metabólito na urina.