CÓDIGO: ACORU
EXAME: ESTUDO COMPLETO DE ÁCIDOS ORGANICOS EM URINA

MATERIAL: URINA AMOSTRA ISOLADA
MEIO(S) DE COLETA: Frasco estéril 

PRAZO: 25 dias úteis
MÉTODO: ESPECTROFOTOMETRIA – CROMATOGRAFIA GASES/MASSAS

Instruções de preparo
Outros: Os seguintes dados são imprescindíveis para a análise de ácidos orgânicos na urina e sua conclusão diagnóstica:
Data de nascimento
Sexo
Resumo da história clínica, e Hipótese diagnóstica do médico solicitante

Instruções de coleta
Colher, preferencialmente, a primeira urina da manhã ou com intervalo mínimo de 04 horas após a última micção. Desprezar o primeiro jato de urina, e sem interromper a micção, coletar o segundo jato de urina.
 

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C).
  

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por 24 horas em temperatura ambiente, 7 dias refrigerada entre 2°C e 8°C ou por até 3 meses congelada a -20°C.
 

Instruções de rejeição
Amostras fora da estabilidade serão rejeitadas.

Interpretação
Os ácidos orgânicos são substâncias não nitrogenadas produzidos durante a formação da energia central, desintoxicação, esgotamento de neurotransmissores ou atividade microbiótica e que possuem pelo menos um radical carboxílico. Eles podem ter origem exógena (dietas, bactérias intestinais) ou se formar a partir de quase todas as vias do metabolismo intermediário. Os ácidos orgânicos são hidrossolúveis, sendo rapidamente depurado do plasma e concentrados na urina.
A determinação de ácidos orgânicos urinários está indicada na avaliação de pacientes que apresentam patologias neurológicas crônicas ou de instalação aguda, o acumulo de ácidos orgânicos específicos na urina, geralmente sinaliza uma inibição ou bloqueio metabólico, podendo ser devido a uma deficiência de nutriente, um déficit herdado de enzimas, acúmulo tóxico ou efeito de drogas.
São analisados mais de trezentos ácidos orgânicos. Ácidos orgânicos nas acidúrias orgânicas,  Lático, Ácido pirúvico, 2-OH-butírico, 2-OH-butírico, Ácido glicólico, Ácido oxálico, 2-Hidroxi-Isovalérico, 3-OH-Propiônico, p-Cresol, 3-OH-Butírico, 3-OH-Isobutírico, 3-OH-2-Me-butírico, Malônico, 3-OH-Isovalérico, 2-metil-acetoacético, Metilmalônico, Etilhidracrílico, Ureia, 4-OH-butírico, 4-OH-ciclohexanocarboxílico, Benzoico, 3-cetovalérico, 2-metilacetoacético segundo pico, Glicerol, Glicerol-3-fosfato, Ácido fosfórico, Etilmalônico, 2-Me-succínico, Propionil Glicina, N-acetilglicina, Ácido fumárico, Uracilo, Di- Hidrouracilo, Di-hidrotimina, Timina, Orótico, derivado cíclico de citrulina, Treonicos, 2 picos seguidos, 2-metil-2,3-dihidroxibutirico, 2-ceto-isovalérico, 2-ceto-3-metilvalérico, Lactil-lactato, Isobutiril Glicina, Isobutiril Glicina, Glutárico, mevalónico, Isobutiril Glicina, 2-me-butiril glicina, 3-metil-glutárico, Ácido fenoxiacético, Succinilacetona oxima, 3-Metil-glutacónico pico, Mendélico, 3-metil-glutáricoII, Málico, 3-OH-adípico lactona, Adípico, 4-OH-ciclohexandicarboxílico, Isovalerilglicina, Cinâmico, Piroglutámico, 4,5-di-OH-hexanoico, 3-Me-adípico, Succinilacetona sem oximar, 5-OH-2-Me-furoico, 3-metil-crotonilglicina, Tiglilglicina, 2-hidroxi-fenil-acético, 2-OH-glutáric, 3-OH-glutárico, Pimélico insaturado, Fenil-láctico, 3-hidroxi-fenil-láctico, 2-cetoglutárico, 3-OH-2-metilglutárico, 3-OH-fenilacético, OH-benzoico,Hexanoyl Glicina, p-OH-fenilacético, Furan,2,5-dicarboxilic, N-acetilaspártico, 2-OH-adípico, Subérico insaturado, Vanil Glycolic, Sebácico, p-OH-fenil-láctico, Fenil Propionil Glicina, Vanilmandélico, Vanil-lático, Palmítico, p-OH-fenilpirúvico, 2OH-sebácico, N-Acetil Tirosina, OH-hipúrico (193), Suberilglicina, Epoxiácidos (em grupos de 2 picos), 3-hidroxiácidos de cadeia longa, Ácido homogentísico, Ácidos derivados do tratamento de valproato, Ácidos derivados do tratamento com Keppra. Metabolismo Triptofano, serotonina e quinurenina, Xanthurenato, Formiminoglutamato, 5-hydroxyindoleacetate, Kynurenato, Quinolinato, Picolinato.

Observação: “Análise qualitativa” 

Esse guia de exames foi útil?