CÓDIGO:  2TIOT
EXAME: ÁCIDO 2 – TIO – TIAZOLIDINA 4 – CARBOXÍLICO
SINÔNIMOS: TTCA, DISSULFETO DE CARBONO, CS2

MATERIAL: URINA FINAL DA JORNADA DE TRABALHO
MEIO(S) DE COLETA: Frasco estéril

PRAZO: 8 dias úteis
MÉTODO: CROMATOGRAFIA LÍQUIDA – HPLC

Instruções de preparo
Dieta: Recomenda-se ao paciente não consumir couve-flor ou repolho pelo menos 1 semana antes da realização do exame.
 

Instruções de coleta
Coleta 2TIOT:
Coletar em frasco apropriado a urina do final do último dia da jornada de trabalho, ou após o período de exposição. Manter amostra refrigerada desde o momento da coleta.
Durante o cadastro do exame serão geradas duas etiquetas, uma para análise do 2TIOT e outra para realização da creatinina urinária. As duas amostras deverão ser encaminhadas ao laboratório para o processamento do exame.

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C).
  

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 4 semanas refrigerada entre 2°C e 8°C.

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia.

Interpretação
O ácido 2 tio-tiazolidina-4-carboxílico é um dos metabólitos do Dissulfeto de Carbono, seus efeitos tóxicos devido à exposição são: irritação dos olhos, pele e membranas mucosas, no sistema respiratório pode causar bronquite e enfisema, os efeitos sistêmicos causam sérios danos ao sistema nervoso central, periférico e cardiovascular, caracterizados por alterações psicológicas, polineurites e arteriosclerose principalmente no miocárdio, glomérulos e cérebro; também apresenta danos nos rins e fígado. Resultado acima do IBMP indica uma exposição ambiental acima do Limite de Tolerância, mas não possui, isoladamente, significado clínico ou toxicológico próprio, ou seja, não indica doença, nem está associado a um efeito ou disfunção de qualquer sistema biológico. Alguns alimentos como couve-flor e repolho podem atuar como interferentes. O Dissulfeto de Carbono é utilizado na manufatura de viscose rayon, sais de amônia, tetracloreto de carbono, defensivos agrícolas, tinturas, tubos de vácuo eletrônico, vidro óptico, tintas, removedores de tintas, esmaltes, vernizes, removedor de verniz, tecidos, cola de borracha, preservativos, inseticidas e como solventes.