CÓDIGO: 25HXD
EXAME: 2,5 HEXANODIONA URINÁRIA FINAL DE JORNADA
SINÔNIMOS: ACETONILACETONA, CBHPM – 40311236, HEXANO, N-HEXANO

MATERIAL: URINA FINAL DA JORNADA DE TRABALHO
MEIO(S) DE COLETA: Frasco estéril

PRAZO: 6 dias úteis
MÉTODO: CROMATOGRAFIA GASOSA

Instruções de coleta
Coleta 25HXD:
Coletar em frasco apropriado a urina do final do último dia da jornada de trabalho, ou após o período de exposição. Manter amostra refrigerada desde o momento da coleta.
Durante o cadastro do exame serão geradas duas etiquetas, uma para análise do 2,5 HXD e outra para realização da creatinina urinária. É imprescindível o envio das duas amostras ao laboratório para o processamento do exame.

Instruções de distribuição
Transportar refrigerado (2°C a 8°C).
  

Instruções de estabilidade
A amostra é estável por até 5 dias refrigerada entre 2°C e 8°C.
 

Instruções de rejeição
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia.

Interpretação
Este exame utilizado na monitorização biológica da exposição ao n-hexano. Após o processo de biotransformação do n-hexano o principal produto excretado na urina é a 2,5-hexanodiona. O n-hexano é um hidrocarboneto, volátil e lipossolúvel,amplamente utilizado em diversos processos industriais como solvente orgânico na preparação de tintas, colas, extração de óleos vegetais, bem como diluente na produção de plásticos e borrachas, entre outras aplicações.
O n-hexano uma vez absorvido, é distribuído para vários tecidos, principalmente cérebro, rins e baço e é eliminado do organismo pela urina, após sofrer oxidações sucessivas, na forma de 2,5-hexanodiona.
O n-hexano é prontamente absorvido por qualquer via, porém a intoxicação comumente ocorre pela inalação de seus vapores nas exposições ocupacionais ou quando é usado como droga de abuso.  Pode produzir neuropatia periférica, fraqueza, perda de peso, anorexia e câimbras nas extremidades dos membros inferiores.